terça-feira, 12 de julho de 2011

Carta comunicando atraso na entrega das obras

Todos que adiquiriram uma unidade das torres Miragem e Paisagem devem ter recebido carta formal da construtora comunicando a respeito do atraso na entrega das mesmas. A carta não estipula um prazo de entrega, mas apenas cita os seis meses de carência que a construtora pode utilizar para fazer obras de arremate a partir da data de 30/Junho.

A justificativa utilizada por ela para o atraso na entrega é a carência de mão-de-obra. Uma desculpa meio sem nexo, não concordam? Se ao invés de lançarem vários empreendimento simultaneamente eles se concentrassem na entrega dos já lançados isso não aconteceria. Basta dar uma olhadinha no site da Masb e ver a quantidade de empreendimentos que foram lançados após o Cennario em Nova Lima e também em Belo Horizonte.

Um dado curioso é que para aqueles que não quitaram ainda o imóvel, todas as parcelas já foram pagas remanescendo apenas a última, em que utilizaremos de recursos próprios ou financiamento bancário. Entretanto, pelo próprio site da construtora, há a possibilidade de adiantamento parcial dessa última parcela. O sistema por eles construído calcula o desconto considerando uma data de vencimento futura - que no caso eles estipularam como fim de Agosto/2011. Essa data nos leva a crer que as obras serão entregues no final de Agosto. Caso contrário os adiantamentos que estão sendo feitos estariam sendo calculados erroneamente cabendo, a quem fez o adiantamento, requisitar reavaliação desses valores caso a entrega avance para além de Agosto.

Bom. Eu sou leigo no assunto. Não sou especialista. Mas a lógica me leva a ter essa percepção. Caso alguém com mais experiência tenha uma resposta a essa situação, favor compartilhar.

Vamos que vamos ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário